O ator Felipe Frazão, que recentemente esteve em cartaz em “Próxima Parada”, está com um trabalho novo. Mas este é diferente: sua primeira direção. Ele assina a função em “GIZ”, espetáculo que já fez como ator, dirigido por Marcelo Valle (de “Os Vermes”). “Não dirigi no sentido de concebê-lo, porque já tinha sido feito. Meu desafio foi o de, depois de tanto tempo sem fazer, ensaiar a peça, e apresentá-la ao Victor Albuquerque, que não tinha feito da primeira vez”. O resultado pode ser visto de quarta a sexta na Sede das Cias na Escadaria Selarón, na Lapa.

(Foto: Moises Almeida)
(Foto: Moises Almeida)

Escrito por Maria Shu (de “Cabaret Stravaganza”), o espetáculo trata do tabu da relação afetiva entre professora e aluno, no ambiente de um supletivo. Victor Albuquerque (de “A Aventura de Pedro”) interpreta o pedreiro Adão, papel que já foi de Frazão. “Esse é um projeto meu e da Ana Flavia Cavalcanti [atriz que faz a professora], que cuido e guardo com muito carinho”, o artista explica ao Teatro em Cena. Ele acredita que, por já ter composto o elenco, fica mais fácil ter o olhar de diretor. “Você vê com mais parcimônia e mais rigidez ao mesmo tempo. É meio louco… Acho que eu entendi mais a peça vendo-a de fora, compreendi mais os detalhes e as nuances. Isso é legal porque posso compartilhar com os atores tudo que só estou percebendo agora. Isso faz parte da vida do teatro também: nunca tem fim, nada tem fim, então é apaixonante”.

Felipe Frazão agarrou a oportunidade, também, para fazer experimentações. Há partes de silêncio esgarçado na peça, propositalmente, para proporcionar algo diferente. “Eu noto que as pessoas ficam constrangidas e quando isso acontece eu fico feliz, porque é esse o objetivo. Parece que, nesse mundo louco, não podemos mais contemplar o silêncio, por exemplo”. Além disso, o público se acomoda em carteiras escolares, para remeter ao ambiente de sala de aula. “Esse projeto foi feito da maneira mais despretensiosa possível, porque é feito por um grupo. Então nós quisemos experimentar tudo o que estava na cabeça rigorosamente. Não queríamos meio termo”.

_____
SERVIÇO: qua a sex, 20h. R$ 20. 45 min. Classificação: 16 anos. Até 20 de março. Sede das Cias – Rua Manuel Carneiro, 12 – Escadaria Selarón – Lapa. Tel: 2137-1271.