Gregorio Duvivier e Fernanda Torres na Livraria Travessa (Foto: Leonardo Torres)
Gregorio Duvivier e Fernanda Torres na Livraria Travessa (Foto: Leonardo Torres)

Em clima de descontração, os atores Gregorio Duvivier (de “Uma Noite na Lua”) e Fernanda Torres (de “A Casa dos Budas Ditosos”) se uniram para o lançamento dos seus novos livros – respectivamente “Put Some Farofa” e “Sete Anos” – no Rio de Janeiro. O local escolhido pela Companhia das Letras, a editora de ambos, foi a Livraria Travessa, no Shopping Leblon, onde leitores dos tipos mais diversos formaram fila para pegar seu autógrafo, na noite de sexta (28/11). Mas uma percepção não escapou à Fernanda: “Percebi que só compra meu livro quem tem mais de 30 anos. A garotada de 12, 15 anos só entra na fila pelo Gregorio! Comprem o meu também”. Ao que ele complementa: “Sou a ‘Galinha Pintadinha’ da literatura!”.

A sessão de autógrafos, que começou às 18h30 e se seguiu até a livraria fechar, só foi interrompida brevemente para que os atores realizassem um “bate-papo”. Nele, Fernanda leu um texto sobre Gregorio e vice-versa, e cada um fez uma leitura de uma crônica escrita pelo outro. Depois, conversaram ao microfone sobre literatura, feminismo, preconceito, política, neuras e manias. Ela, por exemplo, só escreve deitada. Ele, por sua vez, é grilado com a radiação do micro-ondas. Ela nem tem micro-ondas mais, porque vivia neurótica. “Eu tenho medo de concordar muito com o Gregorio, porque ele é muito polêmico: declara o voto, posa para revista defendendo legalização do aborto, apanha na rua. Eu fujo disso. Não falo mal de ninguém… Não quero problema!”, brincou a atriz, que foi assistida pela mãe Fernanda Montenegro (de “Viver Sem Tempos Mortos”), pelo marido Andrucha Waddington (diretor de “Chacrinha – O Musical”) e pelos filhos.

Também passaram por lá Rodrigo Nogueira (dramaturgo de “Chacrinha – O Musical”), Maria Clara Gueiros (de “Enfim, Nós”), Daniel Filho (diretor dos filmes “Se Eu Fosse Você”) e Clarice Falcão (de “Confissões de Adolescente”), recém-separada de Gregorio. Mas foi Fernanda Montenegro que concentrou as atenções, ao chegar com os netos. Apesar da idade e do parentesco com a anfitriã do evento, ela fez questão de entrar na fila – e foi uma das últimas a serem atendidas. Uma dama, fingia não notar quando as pessoas se aproximavam dela e faziam “selfies” sem pedir, como se ela fosse um monumento. Quando pediam, ela posava.

Fernanda Montenegro em dois abraços: com Daniel Filho e com Gregorio Duvivier (Fotos: Leonardo Torres)
Fernanda Montenegro em dois abraços: com Daniel Filho e com Gregorio Duvivier (Fotos: Leonardo Torres)

O “Sete Dias”, livro novo de sua filha, é uma nova aposta da editora após o sucesso do romance “Fim” – ainda muito comentado pelos leitores presentes. Nesse, a atriz compilou suas crônicas para revistas Piauí, Veja Rio e Folha de S. Paulo. Do mesmo modo, “Put Some Farofa”, do Gregorio, compila as crônicas do artista para a Folha de S. Paulo, além de roteiros do Porta dos Fundos. Ambos já estão à venda.