(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

A lista de indicados do primeiro semestre para a nova edição do Prêmio Cesgranrio traz apenas um nome na categoria Ator em Teatro Musical: Gabriel Stauffer. O curitibano é o protagonista do musical “O Grande Circo Místico”. Esse, na verdade, é o primeiro grande espetáculo do ator, que se mudou para o Rio de Janeiro para estudar e investir na carreira. Nada mau, não é? “Recebi a notícia através dos amigos no celular. Não estava esperando. Estou muito feliz com a indicação”, ele declara com exclusividade ao Teatro em Cena.

No musical, Gabriel interpreta o médico aristocrata Frederico, noivo de uma dondoca (Isabel Lobo, de “Deixa Que Eu Te Ame”), e apaixonado pela bailarina e domadora de cavalos do circo (Letícia Colin, de “Como Vencer na Vida Sem fazer Força”). Em cena, ele canta as músicas compostas por Chico Buarque e Edu Lobo, consagradas na voz de grandes intérpretes da MPB.

Gabriel, na verdade, não era a primeira opção do diretor João Fonseca (também em cartaz com “Cássia Eller – O Musical”). Após várias audições, ele havia sido escolhido apenas para ser stand in de Tiago Abravanel, que tinha trabalhado com João em “Tim Maia – Vale Tudo, o Musical”. O curitibano só ganhou o papel definitivamente quando Tiago se acidentou e ficou impossibilitado de ensaiar.

“Estou honrado de estar ali no meio de tanta gente boa, e grato a todos que me ajudaram nesse projeto lindo. Todos que acreditaram, me deram força e me ensinaram. O ‘Circo’ é especial. Merece todas as outras indicações. Foi feito com muita delicadeza, muita força, muita união”, ele diz. A peça concorre ainda nas categorias Figurino (Carol Lobato), Cenografia (Nello Marresi), Iluminação (Luiz Paulo Neném), Direção Musical (Ernani Maleta).