(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Os atores Leonardo Neto (de “Conselho de Classe”), Erica Migon (de “O Médico Que Tinha Letra Bonita”), Miguel Lunardi (de “Cinema Karamazov”), Branca Messina (de “Trabalhos de Amores Quase Perdidos”), Adriano Garib (de “Eu, o Romeu e a Julieta”) e Georgette Fadel (diretor de “O Duelo”) têm uma missão nesta semana: dar vida à releitura de textos clássicos na Caixa Cultural, no Centro. Um por dia. Eles estão no 1º Ciclo de Leituras Dramatizadas Raiz e Fruto, organizado pelo ator e diretor Guilherme Weber (de “Os Altruístas”). De sexta a domingo, tem mais.

O projeto – que já apresentou uma leitura dramatizada do poema “Fausto Um” e do texto “Até Que o Dia os Separe Ou uma Questão de Luz”, do austríaco Peter Handke – trará ainda outras três releituras. Nesta sexta (6/6), é a vez de “Zé”, a reelaboração de Fernando Marques para “Woyzeck”, do almeão Georg Buchner. No sábado, haverá a leitura dramatizada de “Estou Te Escrevendo de Um País Distante”, que é a versão do Felipe Hirsch (de “Puzzle”) para “Um Certo Hamlet” do Antônio Abujanra. Já no domingo, o ciclo será encerrado com “Nossa Cidade”, de Will Eno (de “The Open House ”), inspirado no clássico de Thorton Wilder.

Serviço
Caixa Cultural Rio de Janeiro – Cinema 2
Av. Almirante Barroso, 25 – Centro. Telefone: 3980-3815.
Classificação: livre.
Entrada franca (senhas distribuídas uma hora antes).
Dias e horários:
6 de junho (sexta-feira), às 19h.
“Zé”, de Fernando Marques. Debate com o autor.
7 de junho (sábado), às 19h.
“Estou te escrevendo de um país distante”, de Felipe Hirsch. Debate com a Profª Célia Arns de Miranda (UFPR).
8 de junho (domingo), às 18h.
“Nossa Cidade”, de Will Eno. Debate com Célia Arns de Miranda.