James Franco e Chris O'Dowd em coletiva de imprensa de "Of Mice and Men". (Foto: Reprodução/Just Jared)
James Franco e Chris O’Dowd em coletiva de imprensa de “Of Mice and Men”. (Foto: Reprodução/Just Jared)

O currículo do James Franco aponta mais de 50 trabalhos como ator no cinema, incluindo uma indicação ao Oscar de 2011 por “127 Horas”. Além disso, ele também é diretor, roteirista, produtor e, vez ou outra, brinca de músico. Só faltava mesmo a Broadway. Mas não mais. Ele fará sua estreia nos palcos de Nova York na semana que vem, com o papel principal da peça “Ratos e Homens” (“Of Mice and Men”, no original em inglês). A primeira sessão, fechada para convidados, ocorrerá na quarta (19/3). A temporada aberta ao público vai de 16 de abril a 27 de julho, no teatro Longacre.

A história não é nova. Adaptada do livro homônimo escrito por John Steinbeck em 1937, ela foi montada na Broadway há mais de 40 anos e serviu de base para dois filmes (1939, 1992). O primeiro longa, estrelado por Burgess Meredith e Lon Chaney Jr., com o título brasileiro de “Carícia Fatal”, recebeu quatro indicações ao Oscar. No Brasil, inclusive, também houve montagens teatrais no século passado. A trama é ambientada na Califórnia, durante a Grande Depressão, e acompanha dois trabalhadores rurais unidos pela amizade e pelo sonho de comprarem uma fazenda juntos. A realidade, porém, é trabalhar de dia para comer de noite.

Burgess Meredith e Lon Chaney Jr. no filme de 1939. (Foto: Reprodução/Internet)
Burgess Meredith e Lon Chaney Jr. no filme de 1939. (Foto: Reprodução/Internet)

James Franco interpretará George, o amigo fraco, mas esperto. Seu parceiro de cena será Chris O’Dowd (da serie de TV “Moone Boy”), que fará Lennie, o brutamontes de mentalidade infantil, sem noção de sua força. A montagem conta ainda com Leighton Meester (a Blair Waldorf da série “Gossip Girl”), Jim Norton (do musical “The Mystery of Edwin Drood”), Ron Cephas Jones (de “The Motherf**ker With the Hat”), Alex Morf, Joel Marsh Garland (da série “Orange Is the New Black”), James McMenamin (de “Butley”), Jim Ortlieb (de “Guys and Dolls”) e Jim Parrack (da série “True Blood”). A direção é da Anna D. Shapiro, que ganhou um Tony em 2008 pela peça “August: Osage County” (ou “Álbum de Família”, como prega o título brasileiro da adaptação cinematográfica).

Além do desafio óbvio de uma estreia na Broadway, James Franco ainda encara a responsabilidade de um texto de sucesso. A primeira montagem de “Ratos e Homens” teve 207 apresentações em 1937. A nova terá, inicialmente, 156, com média de oito sessões por semana. Os ingressos estão à venda entre US$ 37 e US$ 137.

James Franco, Leighton Meester e Chris O'Dowd. (Foto: Reprodução/Just Jared)
James Franco, Leighton Meester e Chris O’Dowd. (Foto: Reprodução/Just Jared)