O diretor João Falcão, de “Gonzagão – A Lenda” e “Ópera do Malandro”, quer encontrar sua própria Gabriela, personagem emblemática da literatura brasileira, criada por Jorge Amado (1912-2001). O encenador vai adaptar o livro de 1958 para o teatro musical, e está abrindo inscrições para as audições. As candidatas à Gabriela precisam ter mais de 18 anos, ser brasileira, “linda” e saber cantar. Os testes ocorrerão em janeiro, em São Paulo, onde ocorrerá também a 1ª temporada da peça. A produção é da Caradiboi Arte e Esportes.

Sônia Braga: intérprete inesquecível até para quem não viu (Foto: Reprodução)
Sônia Braga: intérprete inesquecível até para quem não viu (Foto: Reprodução)

“Gabriela, Cravo e Canela” é uma obra do Jorge Amado que troca o conteúdo político pela ênfase na mistura racial, no erotismo e na força das personagens femininas. Na história, a personagem-título é uma sertaneja de Ilhéus dos anos 1920, que se envolve com o árabe Nacib. Gabriela personifica as transformações sociais da Bahia, com a decadência dos coronéis e a revolução cultural, política e econômica.

O livro já foi traduzido para dezenas de idiomas e adaptado para a TV e para o cinema. Sônia Braga deu vida à protagonista na novela da TV Globo em 1975 e no filme de Bruno Barreto em 1983. Mais recentemente, em 2012, Juliana Paes interpretou Gabriela no remake da TV Globo, escrito por Walcyr Carrasco.

Juliana Paes: releitura contemporânea (Foto: Divulgação / TV Globo)
Juliana Paes: releitura contemporânea (Foto: Divulgação / TV Globo)

Para a montagem teatral musical, as atrizes interessadas em pegar o papel devem ficar atentas ao prazo para as inscrições: 30 de novembro. Elas são feitas exclusivamente pelo e-mail [email protected]. As candidatas devem enviar foto, breve portfólio e um vídeo de no máximo cinco minutos.