Anos após muitas alegrias, a turnê portuguesa de “Batalha de Arroz Num Ringue Para Dois”, que ocorreu em 2005, está dando muita dor de cabeça aos atores Miguel Falabella (de “O Que o Mordmo Viu”) e Claudia Raia (de “Raia 30 Anos”). Os detentores do espólio do dramaturgo Mauro Rasi (1949-2003) venceram um processo contra a produção, que não teria autorização para fazer tal temporada internacional. A Justiça do Rio condenou Miguel, Claudia, José Fernando Pagan e Victor Celso Wisenberg a pagarem R$ 524 mil de indenização. A informação é do site G1.

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

A história é a seguinte: a irmã de Mauro Rasi, Dinéia Rasi Baptista, negociou os direitos para uma temporada da comédia teatral em Portugal em 2004. Devido ao sucesso, Claudia Raia e Miguel Falabella agendaram mais apresentações para o ano seguinte, sem a autorização da família. Segundo Dinéia, a produção apenas lhe informou que ela receberia € 9,5 mil pelas 17 apresentações. O procedimento correto teria sido uma nova negociação e autorização.

A produção da peça depositou cerca de R$ 27 mil pelos direitos da peça. Os detentores do espólio consideram o valor ínfimo, porque só as dez apresentações realizadas em Lisboa teriam faturado € 237,5 mil. No processo, os advogados da família defenderam o pagamento de uma multa no valor de 20 vezes o devido pelos direitos autorais. Mas o desembargador Mario Guimarães Neto, da 12ª Câmara Cível do Rio, negou o pedido por considerar que não houve má fé.

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)