(Foto: Alline Ourique)
(Foto: Alline Ourique)

A atriz Marcella Rica, do elenco de “Tudo Por um Popstar, de Thalita Rebouças”, está supercontente com o abaixo-assinado realizado pelos fãs que querem levar a peça para São Paulo. “Estou tão feliz. Achei tão fofo. Tão lindo! Eu acho muito bonitinho isso. Abaixo-assinado é muito lindo, né?”, declarou ao Teatro em Cena. “Eu não era do elenco na outra montagem, mas vi em São Paulo duas vezes, e é um público que tem um carinho enorme pelo espetáculo. Todo o elenco está querendo ir para lá”.

A temporada do musical no Teatro Ipanema termina no dia 22, com sessões de sexta a domingo. Depois, o destino é incerto. A assessoria desmente planos para uma turnê no momento. A ida para São Paulo também não está acertada. Segundo Marcella Rica, a produção pretende dar uma pausa por causa da Copa do Mundo, para tentar captar após o evento da FIFA. “Todas as empresas estão voltadas para isso, então não é uma boa hora para fechar nada”, explicou. “É uma questão de infraestrutura mesmo. O elenco é grande e, para levar para São Paulo, tem que ser uma coisa organizada. Acho que vai demorar um pouquinho para acontecer”.

“Tudo Por um Popstar, de Thalita Rebouças” é uma adaptação do livro da autora, que fala justamente sobre fanatismo. Na história, três adolescentes viajam de Resende para o Rio para ver o show de uma banda internacional e tentar conhecer os ídolos de pertinho. Neste espírito, a plateia paulista está investindo no abaixo-assinado. No texto, apresentado no site de petições Change (veja aqui), os espectadores reclamam que a montagem anterior ficou só dois meses em cartaz na cidade, e sete meses no Rio, portanto “nada mais justo que volte”.

A relação do público com o espetáculo chama a atenção de todos. As pessoas realmente viram fãs. Marcella Rica, que também já fez parte da peça “Confissões de Adolescente”, conta que há uma menina que viu o espetáculo 30 vezes no Rio. “Até brincamos: ‘tô cansada hoje, quer vir fazer pra mim amanhã?’”, ri. “É bacana quando os jovens começam a se envolver mesmo em teatro, né? É muito difícil que isso aconteça, a não ser que você coloque alguém muito bombado no elenco. ‘Popstar’ não cresceu por aí. A galera se apaixona pelo texto da Thalita, pelos atores, pela direção, pela história, pela paixão do elenco em fazer esse trabalho”.