Os atores Milton Gonçalves (de “Lima Barreto Ao Terceiro Dia”) e Paulo Betti (de “Autobiografia Autorizada”) vão se enfrentar na Justiça. Milton entrou com um processo contra Paulo, acusando-o de racismo. A informação é da Folha de S. Paulo.

(Fotos: Divulgação)

Os dois são adversários na disputa pela presidência do Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Estado do Rio de Janeiro. Durante sua campanha, Paulo Betti teria enviado a seginte mensagem para um grupo no WhatsApp chamado “Profissão Artistas”: “a atual diretoria do sindicato está lá há muito tempo e tem uma forte representação negra com Jorge Coutinho e o grande Milton Gonçalves, além do querido Cosme, isso complica bastante a luta, pois pode confundir as coisas”.

Em declaração ao site Notícias da TV, Milton Gonçalves disse que não tem a intenção de prejudicar ninguém. Nos autos do processo, o ator deixa claro que quer que Paulo Betti explique, em juízo, sua declaração ou que que faça uma “retratação”. “É uma dor no coração muito grande. Não tenho mais paciência para discutir raças. Não quero saber disso, quero que todos sejam seres humanos, todos iguais”, disse Gonçalves.