O espetáculo musical “Emilinha e Marlene – As Rainhas do Rádio”, que existe desde 2011, vai voltar ao Rio de Janeiro para mais uma temporada, no Imperator, no Méier. A estreia está marcada para o dia 8 de agosto, com sessões de sexta a domingo, sempre às 19h30, e ingressos a R$ 50. A atriz Solange Badim (de “Deixa Que Eu Te Ame”) vai repetir o papel de Marlene, e Stella Maria Rodrigues (de “Às Terças”) será Emilinha, que já foi interpretada por Vanessa Gerbelli (de “Quase Normal”) em temporadas anteriores.

(Foto: Antonio De Bonis)
(Foto: Antonio De Bonis)

Com texto de Thereza Falcão (de “A Mulher que Escreveu a Bíblia”) e Julio Fischer (de “Personalíssima”), e direção de Antonio de Bonis (de “Dolores”), a peça conta a história das duas cantoras partir de 1949, quando Marlene supera Emilinha Borba no concurso Rainha do Rádio. A vitória de uma cantora até então considerada elitista – vinda dos palcos do Copacabana Palace – era absolutamente inesperada e inaugurou a histórica rivalidade entre as duas estrelas. Há ainda a rixa entre os fãs-clubes, que chegou a ser comparada pelo jornalista Mário Filho como “o fla-flu dos que não gostam de futebol”. Tanto é que, nas temporadas anteriores, o público decidia na hora de comprar o ingresso se queria ficar do lado da “torcida da Emilinha” ou do lado da “torcida da Marlene”. A produção tomou a medida após ver os ânimos exaltados dos espectadores na plateia.

“Emilinha e Marlene – As Rainhas do Rádio” tem quase 50 músicas executadas ao vivo, e conta ainda com outros oito atores no elenco. A direção musical é de Marcelo Alonso Neves (de “A Moça da Cidade”).

A temporada no Imperator, que acomoda 734 pessoas, vai até 31 de agosto. A classificação é livre.