(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

Depois que os cariocas aproveitarem bem o Rock in Rio e o Festival de Cinema do Rio, os diretores Charles Möeller e Claudio Botelho (de “Nine – Um Musical Felliniano”) vão estrear sua nova produção – a montagem brasileira de “Kiss Me, Kate”. Protagonizada por José Mayer (de “Um Violonista no Telhado”), a peça fará temporada no Teatro Bradesco, no Village Mall, a partir de outubro. A data exata ainda não foi divulgada, mas o mais provável é que aconteça no fim do mês, pois o teatro está ocupado com outras produções até a terceira semana de outubro.

Informações sobre o elenco ainda não foram reveladas, mas são prometidas para breve. “Kiss Me, Kate” é um projeto antigo de Möeller e Botelho: eles adquiriram os direitos há sete anos, e vem renovando-os desde então. Em entrevista ao Teatro em Cena em 2014, Solange Badim (de “As Bodas de Fígaro”) afirmou que estava reservada para o espetáculo, mas ela não deverá estar em cena, pois estreia nesta semana outro espetáculo, que ficará em cartaz até 8 de novembro. O único nome confirmado, portanto, é Mayer, já associado à peça desde 2011. “Quando fizemos ‘Um Violinista no Telhado’ com Zé Mayer, entendemos que a procura estava terminada. Ele era perfeito”, diz Charles Möeller. O arranjador Marcelo Castro e o coreógrafo Alonso Barros, parceiros de Möeller e Botelho, também estão na ficha técnica.

Com o título de “Kiss Me, Kate – O Beijo da Megera”, o espetáculo marca o retorno de Möeller e Botelho à obra de Cole Porter (1891-1964), compositor das letras e músicas da peça. Há exatos 15 anos, a dupla montava “Cole Porter – Ele Nunca Disse Que Me Amava”, que ficou dois anos em cartaz e foi um marco na carreira deles. “Cole Porter sempre foi o princípio, o fim e o meio para a Möeller & Botelho. Foi um divisor de águas quando fizemos ‘Ele Nunca Disse Que Me Amava”, em uma época em que os musicais estavam extintos. Com ele, nascia a dupla M&B pra valer, com um sucesso estrondoso por todos os lugares que passou, inclusive três meses na Europa”, lembra o diretor.

“Kiss Me, Kate” acompanha uma trupe montando uma versão musical de “A Megera Domada” de William Shakespeare. O original de 1948 da Broadway recebeu cinco Tony Awards, e a remontagem de 1999 faturou mais cinco. O espetáculo também foi montado em Londres em 2001 e 2012, e foi adaptado para o cinema em 1953, com Kathryn Grayson, Howard Keel e Ann Miller no elenco.

Vale destacar que Möeller e Botelho ficarão em cartaz com dois musicais simultaneamente na cidade. “Nine – Um Musical Felliniano” estreia a temporada carioca, no Teatro Clara Nunes, no Shopping da Gávea, no dia 8 de outubro.