O palhaço italiano Leo Bassi, radicado na Espanha, vai encerrar o 2º Festival Internacional de Circo do Rio no domingo (18/5), com uma apresentação no Circo Crescer e Viver, na Cidade Nova. Ele encenará “O Melhor de Leo Bassi” às 21h, com entrada gratuita e distribuição de senhas uma hora antes do espetáculo.

“Não gosto de entregar muito como será o espetáculo. O elemento surpresa é importante, mas posso adiantar que vou incorporar a figura de um banqueiro cruel para mostrar alguns dos graves problemas que enfrentamos hoje”, declarou Bassi, no material de divulgação do festival. Segundo ele, sua apresentação será politizada, social e filosófica. Uma de suas características é pesquisar particularidades dos lugares onde se apresenta para fazer críticas atuais.

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Na Espanha, Leo Bassi tem um programa de TV e é conhecido por usar a política e a Igreja Católica como temas de seus esquetes. No Brasil exclusivamente para o festival, ele também fará uma apresentação na Rocinha no mesmo dia, às 17h, voltada para as crianças. “O festival é um evento que chegou às ruas, praças, lonas, favelas. Eu sou um comediante conhecido e poderia me apresentar em um teatro nobre da cidade, com ingressos caros. Mas vou fazer um espetáculo gratuito, que vai chegar até o povo. Precisamos encontrar formas cada vez mais eficientes de dialogar com as comunidades mais periféricas”.

O 2º Festival Internacional de Circo do Rio começou no dia 8 e encerrará sua programação com 200 apresentações gratuitas em mais de 60 espaços da cidade. O evento recebeu 300 artistas do Brasil e de países da América Latina e da Europa.