Era para ser só uma entrevista curta e bastante genérica, mas o ator Paulo Gustavo (de “220 Volts”) não gostou do resultado, publicado nas mídias sociais do jornal O Globo. Os redatores destacaram a última pergunta feita para ele (“Quem é a pessoa mais engraçada do Brasil?”), para a qual o comediante deu a resposta: “Sou eu, né? Brincadeira. É a Fernanda Torres”. No Instagram, ele reclamou do sensacionalismo. “O Globo botou no Face[book] de uma forma que aparece só o ‘sou eu’ e a chamada eles botam HUMILDE! Ai o povo não lê até o fim, acha que eu sou louco” (sic), escreveu.

Reprodução do Instagram do artista
Reprodução do Instagram do artista

Abaixo, a entrevista na íntegra:

paulo gustavo coluna gente boa
Reprodução do site O Globo

Segundo Paulo, ele ainda disse que “morre de rir de doer” com a atriz Fernanda Torres, o que foi subtraído da entrevista divulgada na coluna Gente Boa. “O jornal também gosta de fofoca e não muda!”, reclamou. “O mundo está acabando mesmo! Nego muda TUDO que eu falo! Eu só vou falar no palco agora, no meu Instagram e com meus fãs na rua! Tá amarrado em nome de Jesus”.

No ano passado, Paulo Gustavo também se indignou com uma reportagem publicada pela revista Serafina, da Folha de S. Paulo. Ele acusou a publicação de ter deturpado suas declarações na matéria, que ganhou o título de “Com ‘salário de Tony Ramos’, Paulo Gustavo mora com a mãe e coleciona sapatos”.

Avesso a entrevistas, o comediante de Niterói seleciona a dedo os veículos para os quais dá entrevistas. Eleito o artista mais popular do Teatro em Cena em 2014, ele nunca conversou com o site, apesar das diversas tentativas e contatos da redação com sua assessoria de imprensa.