Produção de Timon de Atenas promove debate sobre Shakespeare

A produção do espetáculo “Timon de Atenas”, com Vera Holtz (de “Palácio do Fim”) no papel principal, está organizando um debate à luz de William Shakespeare para quinta (6/11) às 18h15. Com entrada franca, a mesa refletirá sobre abundância e bancarrota neste ciclo de inocência e hipocrisia que trata a dramaturgia. O evento ocorrerá no próprio Teatro Maison de France, no Centro, onde a peça está em cartaz. Neste dia, aliás, o ingresso para o espetáculo estará em promoção para quem assistir ao debate: apenas R$ 10.

Cena de "Timon de Atenas" (Foto: Divulgação)

Cena de “Timon de Atenas” (Foto: Divulgação)

Intitulada “Dinheiro e dívidas: inocência, hipocrisia e ressentimento em William Shakespeare”, a mesa contará com dois especialistas no assunto. Estarão presentes o economista Gustavo Franco, autor de “Shakespeare e a Economia”, e o advogado José Roberto de Castro Neves (autor de “Medida Por Medida – O Direito em Shakespeare”. A curadoria é de Liana Leão, do Centro de Estudos Shakespeareanos.

“Timon de Atenas”, o espetáculo que inspirou o evento, fica em cartaz ate 7 de dezembro. Atualizado para os dias de hoje por Nicholas Hytner e Ben Power e traduzido por Barbara Heliodora, o espetáculo conta com 27 atores em cena. A história gira em torno do mecenas Timon, que vive cercado de amigos enquanto distribui dinheiro e presente para todos. Quando perde tudo, descobre que está sozinho.