Mais de 700 atrizes se inscreveram para as audições do papel protagonista de “Gabriela – O Musical”, próximo espetáculo do diretor João Falcão, que fez sucesso recentemente com as montagens de “Gonzagão – A Lenda” e “Ópera do Malandro”. As inscrições foram recebidas ao longo de duas semanas pela produtora Caradiboi Arte e Esportes e passarão por uma pré-seleção para determinação das candidatas que realmente passarão pelos testes. O prazo para envio do material terminou na última segunda (30/11).

(Fotos: Reprodução)
(Fotos: Reprodução)

Há toda uma aura em torno do disputado papel de Gabriela. Criada pelo escritor Jorge Amado (1912-2001) no livro “Gabriela, Cravo e Canela” (1958), ela foi eternizada por Sônia Braga na novela de 1975 e no filme de 1983. Há três anos, coube à atriz Juliana Paes (de “Os Produtores”) reviver a personagem no remake da novela, escrito por Walcyr Carrasco para a faixa das 23h. Gabriela é uma jovem sertaneja de Ilhéus dos anos 1920, com forte sex appeal, que personifica as transformações sociais da Bahia, com a decadência dos coronéis e a revolução cultural, política e econômica.

Além da obra de Jorge Amado, Gabriela também eternizou a canção “Modinha Para Gabriela”, que trata do espírito livre da personagem. Escrita por encomenda por Dorival Caymmi (1914-2008) especialmente para a novela de 1975, ela foi gravada por Gal Costa e virou um clássico da MPB.

A montagem teatral, no entanto, será a primeira que transformará a história em musical. A chamada de elenco dizia que as aspirantes a Gabriela deveriam “ter mais de 18 anos, ser brasileira, linda e saber cantar”. Os testes ocorrerão em São Paulo na primeira semana de janeiro. A 1ª temporada da peça também ocorrerá na capital paulista.