Depois do buzz causado com a montagem de “A Very Potter Musical”, a Antes Arte – Produções retoma sua pesquisa sobre teatro musical a partir da dramaturgia nacional. O próximo espetáculo será “Eles Não Usam Black Tie”, de Gianfrancesco Guarnieri (1934-2006), com inserção de canções de Caetano Veloso e Gilberto Gil. O projeto acadêmico, sem fins lucrativos, está em pré-produção, mais precisamente em fase de seleção de elenco. Os interessados podem se inscrever para os testes até o dia 29 de maio enviando e-mail para [email protected], com currículo e duas fotos recentes. Os ensaios começarão em 7 de junho e vão até novembro.

“Eles Não Usam Black Tie” marcou a estreia de Gianfrancesco Guarnieri na dramaturgia. A primeira montagem, em 1958, foi importantíssima para o Teatro de Arena e ficou em cartaz por mais de um ano, um feito inédito na época no Brasil. A peça também foi adaptada para o cinema por Leon Hirszman (1938-1987), com Fernanda Montenegro no elenco. O filme, impedido de ser exibido pela ditadura, estreou em 1981, premiado no Festival de Veneza com o Leão de Prata, o segundo troféu mais importante do evento.

Veja um vídeo com detalhes sobre o longa-metragem:

“Eles Não Usam Black Tie” representou o intuito do Teatro de Arena de adesão popular, com uma dramaturgia mais próxima da cultura brasileira, em contraste com o consagrado Teatro Brasileiro de Comédia. A trama é ambientada em um morro carioca e gira em torno de uma família de operários. O protagonista é Tião, que decide se casar com a namorada ao saber que ela está grávida. Com medo de perder o emprego, ele fura com a greve dos metalúrgicos, entrando em conflito com seu pai, que é um sindicalista militante, e com a própria comunidade.

A montagem da Antes Arte – Produções terá direção geral de Julio Angelo, o mesmo de “A Very Potter Musical”, direção musical de Gabriel Gravina e orientação pedagógica de Mara Souro. A estreia é prevista para novembro.