“As Bodas de Fígaro”, de Mozart, é a nova aposta do Theatro Municipal para o projeto “Ópera do Meio-Dia”, que proporciona sessões limitadas a 100 pessoas no foyer do teatro, com ingressos a R$ 5. No mês de julho, as sessões serão na quarta (2) e nos dias 16 e 30. O intuito é proporcionar o encontro dos trabalhadores do Centro com esta forma de arte, de maneira acessível, e com duração de 60 minutos, no intervalo para o almoço.

Os sopranos Rose Provenzano e Hellen Heinzle, a mezzo-soprano Carla Odorizzi, o barítono Fabrizio Claussen e o baixo Leandro da Costa serão os responsáveis por introduzirem a plateia no clássico de 1786, inspirado na peça “Le Marriage de Figaro”, de Pierre-Augustin Caron de Beaumarchais. A direção será de Menelick de Carvalho.

(Foto: Reprodução / Internet)
(Foto: Reprodução / Internet)

As edições anteriores do “Ópera do Meio-Dia” contaram com “O Elixir do Amor” em abril e maio e “La Cenerentola” em junho, com sucesso de público. “É uma alegria ver a excelente receptividade dos espectadores nas duas primeiras edições. Agora, presenteamos nosso público com trechos desta obra magnifica do genial Mozart”, diz Carla Camuratti, presidente da Fundação Teatro Municipal.

As próximas obras apresentadas no projeto serão “Suor Angelica”, de Puccini, em agosto; “João e Maria”, de Humperdinck, em outubro; e “Amahl e os Visitantes da Noite”, de Menotti, em dezembro.