A lista de indicados do primeiro semestre ao Prêmio Shell do Teatro foi revelada nesta segunda (13/7), e o líder de nomeações é o espetáculo “Salina, a Última Vértebra”, do Grupo Amok Teatro. Ele aparece em quatro categorias: direção (Ana Teixeira e Stéphane Brodt), atriz (Tatiana Tibúrcio), figurino (novamente Ana e Stéphane) e inovação.

"Salina" (Foto: Lu Valiati)
“Salina” (Foto: Lu Valiati)

O 2º espetáculo com mais indicações é “Krum”, da Cia. Brasileira de Teatro. Ele disputa troféus em três categorias: direção (Marcio Abreu), ator (Danilo Grangheia) e cenário (Fernando Marés). “Autobiografia Autorizada”, “Madame Bovary”, “Família Lyons”, “Hora Amarela”, “Eugênia”, “Contra o Vento”, “Bilac Vê Estrelas”, “Meu Sabá” e “O Processo” também renderam nomeações.

O júri é formado por Ana Achcar, Bia Junqueira, João Madeira, Macksen Luiz e Moacir Chaves. Esses indicados concorrerão com os do segundo semestre, e os vencedores serão anunciados em 2016.

Autor
Paulo Betti por “Autobiografia Autorizada”

Direção
Ana Teixeira e Stéphane Brodt por “Salina, a Última Vértebra”
Marcio Abreu por “Krum”

Ator
Danilo Grangheia por “Krum”
Joelson Medeiros por “Madame Bovary”

Atriz
Tatiana Tibúrcio por “Salina, a Última Vértebra”
Suzana Faini por “Família Lyons”

Cenário
Daniela Thomas e Camila Schimidt por “Hora Amarela”
Fernando Marés por “Krum”

Figurino
Ana Teixeira e Stéphane Brodt por “Salina, a Última Vértebra”
Samuel Abrantes por “Eugênia”

Música
Felipe Vidal e Luciano Moreira por “Contra o Vento”
Nei Lopes por “Bilac Vê Estrelas”

Iluminação
Aurélio di Simoni por “Meu Sabá”
Renato Machado por “Madame Bovary”

Inovação
‘Teatro Voador Não Identificado’ pela proposição de dispositivo cênico na montagem de “O Processo”, que revela o exercício dos atores em criação, além de atualizar a história de Kafka.
‘Companhia Amok Teatro’ pelo processo de seleção e treinamento do elenco para o espetáculo “Salina, a Última Vértebra”.