Já estão definidas as peças teatrais vencedoras da 7ª edição da Seleção Brasil em Cena, e são todas do Rio de Janeiro. Gustavo Pinheiro venceu com “A Tropa” e Thales Paradela com duas: “Princípios Transgredíveis Para Amores Precários” e “Um Caminho Para Sara”. Elas foram escolhidas por voto popular e pela opinião dos diretores que conduziram as leituras dramatizadas dos 12 finalistas do concurso de dramaturgia nacional, que recebeu 265 textos inéditos neste ano.

Leitura de "Um Caminho Para Sara" (Foto: Cynthia Pastor)
Leitura de “Um Caminho Para Sara” (Foto: Cynthia Pastor)

“A Tropa” – uma tragicomédia – ganhará montagem no CCBB do Rio de Janeiro, com patrocínio do Banco do Brasil. Seu autor, Gustavo Pinheiro, é jornalista e ex-repórter da Veja e do Extra. Ele também já escreveu a peça “A Grande Cidade”, que foi montada com atores amadores e direção de Gustavo Gasparani (de “SamBra”).

Já o drama “Princípios Transgredíveis Para Amores Precários” será montada no CCBB de Belo Horizonte, e o infanto-juvenil “Um Caminho Para Sara” será encenado no CCBB de Brasília. Thales Paradela, que venceu o concurso com as duas peças, já tem carreira no teatro. Ele escreveu “Vivo Demais Para Ser Feliz Impunemente”, que estreou em 2013 com direção de Rafael Sieg (de “Erê, Piá, Curumim”), e “Coisas de Teatro”, que foi montada em 2011 por Daniel Herz (de “O Pena Carioca”).

O concurso Seleção Brasil em Cena existe desde 2006, com mais de 1.400 textos recebidos ao longo dos anos. Suas leituras dramatizadas, que compõe a etapa decisiva para definição dos vencedores, são dirigidas por nomes importantes do teatro brasileiro. Já participaram Moacir Chaves, Ivan Sugahara, Inez Viana, entre outros. Neste ano, as leituras da etapa carioca foram dirigidas por César Augusto, Guilherme Leme Garcia e Victor Garcia Peralta.