Tadeu Aguiar convida atores para audições do musical Love Story

Está confirmada a estreia da montagem brasileira do musical “Love Story” para 12 de junho no Rio de Janeiro, e o diretor Tadeu Aguiar (de “Ou Tudo Ou Nada”) está em busca de atores para o elenco. Ele e sua produtora Estamos Aqui abriram inscrições para as audições nesta semana. Os interessados têm até o dia 30 de janeiro para mandar o material para o e-mail [email protected].

Tadeu não limitou muito o perfil no anúncio. Ele só pede que os candidatos, homens e mulheres, tenham entre 20 e 60 anos. O currículo deve ser enviado com duas fotos (rosto e corpo inteiro) de até 1 mb. Os e-mails com mais de duas fotos serão descartados, então é bom ficar atento às recomendações.

Ryan O'Neal e Ali MacGraw: filme romântico de sucesso (Foto: Reprodução)

Ryan O’Neal e Ali MacGraw: filme romântico de sucesso (Foto: Reprodução)

“Love Story” é um espetáculo musical de Howard Goodall e Stephan Clark, inspirado no livro e no filme homônimos de 1970. Conhecido no Brasil como “Love Story – Uma História de Amor”, o longa-metragem foi estrelado por Ryan O’Neal e Ali MacGraw, e ganhou o Oscar de melhor música, além de ser indicado em outras seis categorias.

A história é sobre um jovem casal, formado pelo estudante de Direito Oliver Barrett IV e a estudante de música Jenny Cavilleri, que são de realidades bem diferentes. Os dois se apaixonam e logo decidem se casar, contra a vontade do pai milionário dele, que o deserda. Depois, o casal não consegue engravidar e descobre que Jenny, na verdade, está muito doente. É um dramalhão romântico, que arrecadou mais de US$ 130 milhões de bilheteria mundialmente naquela década.

Michael Xavier e Emma Williams: musical no West End (Foto: Divulgação)

Michael Xavier e Emma Williams: musical no West End (Foto: Divulgação)

A versão teatral estreou na Inglaterra em 2010, como parte do Chichester Festival. Depois, foi para o West End, com Michael Xavier e Emma Williams nos papeis principais, e recebeu três indicações ao Laurence Olivier Award.

A versão brasileira terá direção geral do Tadeu Aguiar e versão do Artur Xexéo, mesma dupla de “Ou Tudo Ou Nada”, atualmente em cartaz no Theatro Net Rio, em Copacabana.