Haverá uma mudança no elenco de “A Moça da Cidade” quando o espetáculo reestrear na próxima terça (13/1), no Teatro do Leblon. A atriz Dida Camero (de “Um Dia Qualquer”), que interpretava a proprietária de pensão Dona Rosa, será substituída pelo assistente de direção Victor Varandas. Será a primeira temporada dele no papel.

Lu Camy é a protagonista: a moça da cidade (Foto: Divulgação)
Lu Camy é a protagonista: a moça da cidade (Foto: Divulgação)

O espetáculo conta, por meio de uma radionovela, a saga da jovem nordestina Ambrosina (Lu Camy, de “AntiCorpos”), que se muda para o Rio nos anos 1940 com a desculpa de estudar. Ao chegar à Cidade Maravilhosa, ela vai morar na pensão de Dona Rosa, onde Leitinho (Gabriel Delfino Marques, de “Paredes Externas”), o hóspede do quarto ao lado, se apaixona por ela. Mas Ambrosina não quer saber dele e, em busca pela auto-aceitação, se lança em uma aventura de paixões, saudades e descobertas na metrópole.

O texto é uma homenagem à era do rádio e ao romantismo das décadas de 1940 e 50, escrito pelo dramaturgo Anderson Bosh (de “Aurélio e a Chuva”). O espetáculo, que já foi apresentado no Espaço Sesc e no Teatro Ipanema no ano passado, também marca a estreia do ator Rodrigo Pandolfo (de “O Despertar da Primavera”) na direção.

______
SERVIÇO: ter a qui, 21h. R$ 60. 60 min. Clasificação: livre. De 13 de janeiro até 12 de março. Teatro do Leblon – Sala Fernanda Montenegro – Rua Conde de Bernadotte, 26 – Leblon. Tel: 2529-7700.